José de Abreu, Bom Cuspidor e Mau Perdedor

O ator José de Abreu, conhecido pela ferrenha militância pró-PT e que em 2016 disparou cusparada em casal durante discussão política em restaurante, acaba de dar outra manifestação de desvario.

Está mais que provado que o medíocre ator José de Abreu é bom na pontaria da cusparada, caolho na interpretação da realidade e péssimo perdedor.

Seu sectarismo o levou a postar no Twitter uma nota estapafúrdia, dizendo que a eleição do novo presidente “foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad, com apoio do hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o fascista matador e corrupto Bibi”. E foi além, terminando por afirmar que “a união entre a igreja evangélica e o governo israelense vai dar merda”.

 

Para responder tamanha idiotice, Andre Lajst publicou e compartilho o seguinte texto:

“Carta aberta ao ator José de Abreu:

Pois é José, o mundo mudou. E você, aparentemente ficou no mundo velho e antigo, que acredita em teorias da conspiração das mais sofisticadas, das mais banais, que dividem o mundo em nós e eles e, que para todo o mal, existe alguém para culpar: Os judeus. Que original não é mesmo?

Esse mundo antigo que você vive, não permitiu que você desenvolvesse seu intelecto, parou no tempo, frustrou-se com as novas tecnologias de comunicação, colocando até mesmo sua carreira televisiva em risco, uma vez que nos dias de hoje, novelas não formam opinião e não tem o mesmo glamour de décadas atrás.

Sua rebeldia por um mundo soviético da década de 70 ou 80 o faz acreditar em contos que superam a criatividade dos diretores de Hollywood. Porém, lá não adianta pedir emprego, antissemitas como você não seriam aceitos em um ambiente próspero e onde muitos judeus trabalham.

Tens a capacidade de, em 2019, com tantas informações disponíveis, falar mal dos 40 milhões de evangélicos brasileiros como um bloco monolítico. Eu, judeu que sou, já conheci centenas de cristãos evangélicos, com histórias incríveis de superação e ajuda a sociedade brasileira. Em Duque de Caxias por exemplo, na baixada fluminense, a igreja é responsável por grande parte da recuperação da juventude no combate às drogas. Como uma pessoa pode condenar algo tão nobre?

Por fim, sua amnésia histórica o condena a acreditar que o presidente do Brasil foi esfaqueado por agentes israelenses, ignorando a polícia federal do Brasil, o sistema judiciário e investigativo, e até mesmo o próprio autor do crime, que, a propósito, foi membro de partidos políticos adorados por você.

A presença de Israel na posse do presidente da república incomoda tanto antissemitas como você, que você é capaz de falar mal do Hospital Albert Einstein, melhor hospital da América Latina, que tanto ajudou e ajuda a sociedade brasileira com pesquisa e desenvolvimento de uma medicina nacional.

Pessoas pequenas como você, usam sua exposição nas novas tecnologias, como as mídias sociais, para destilar seu ódio ao mundo novo, o mundo da prosperidade e o mundo da liberdade.

O Brasil tem um novo governo que prometeu não ter mais amarras ideológicas, que valorizará a meritocracia, o conhecimento técnico e portanto, quem puder ajudar o Brasil, será bem vindo. Israel é um líder em áreas como desenvolvimento agrícola, cultural, tecnológico e outros setores que o Brasil tem urgência em poder desenvolver.

Não sou uma pessoa de teorias prontas, mas tenho uma que gostaria de compartilhar: Acredito que existem dois tipos de pessoas no mundo, aquelas que fazem o mundo e aquelas que são vítimas do mundo.

Então, pare de reclamar da vida, vítima que és, de criar teorias da conspiração para tudo que você não concorda e não consegue explicar o porque, e deixe aqueles que fazem o mundo, construírem um mundo melhor.

André Lajst”

7 thoughts on “José de Abreu, Bom Cuspidor e Mau Perdedor

  • Avatar
    Lucci

    Excelente matéria! Resposta muito inteligente…

    Responder
  • Avatar
    Nilton Salvador

    E agora José? Minha nota para você é “dó”.

    Responder
  • Avatar
    Cida

    Boa Nilton Salvador. Bem criativo. Nao suporto abrir meu telefone ver a cara deste sujeito.

    Responder
  • Avatar
    Vavá Costa

    Existem dois tipos de críticos:
    1- O que tem conhecimento de causa ( construtivo)
    2- O que não causa conhecimento ( energúmeno).
    Enquanto há vida, há esperna, quem viver verá! !!

    Responder
  • Avatar
    Jorge

    José de Abreu seria condecorado por Hitler. É um nazista de primeira. Hoje seu lugar seria na Coréia do Norte ou Venezuela.

    Responder
  • Avatar
    Walter

    Shalom!
    Triste demais… pior: seu nome consta de uma lista de JUDEUS DE DESTAQUE NO BRASIL

    JUCA CHAVES

    Jacob Gorender
    Jacob Guinsburg
    Jacob Pinheiro Goldberg
    Jacques Lewkowicz
    Jaime Barcelos
    Jaime Lerner
    Jaime Spitzcovsky
    James Strauss
    Jaques Wagner
    Jayme Tiomno
    John Neschling
    Jonas Bloch
    Jorge Eurico Ribeiro
    Jorge Mautner
    José de Abreu
    José Mindlin
    José Roitberg
    José Safra
    Juca Chaves
    Julio Bogoricin
    Júlio Fischer
    Júlio Lerner

    Responder
  • Avatar
    José Carnevale

    Essa é velha, porém oportuna.
    Discutir com um cara como o José de Abreu é como jogar xadrez com pombo. Ele derruba todas as peças, faz cocô no tabuleiro e ainda sai de peito empolado como se tivesse razão.

    Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *