Sabedoria Rabínica (1)

O Rabino Yosef Kahaneman foi o fundador de uma escola rabínica muito conhecida pelos judeus ultraortodoxos, em Bnei Brak, subúrbio de Tel Aviv.

Nas viagens que fazia pelo mundo, o Rabino levantava fundos para construir escolas em Israel. Uma vez, chegando em determinada cidade, ficou sabendo da existência de um judeu extremamente rico. Imediatamente disse a um amigo que queria visitar o patrício para pedir uma doação.
– “Será perda de tempo” – o amigo respondeu.
– “Esse homem é violentamente antiortodoxo. Quando enxergar tua barba e o casaco preto, não vai te dar um centavo.”

Quando o Rabino Kahaneman encontrou o homem, ele mostrou-se tão hostil aos Ortodoxos como o amigo havia previsto. No que o visitante informou a razão da visita, teve a ajuda negada.

O Rabino não estava disposto a ceder e perguntou:
– “Quero saber: você não quer ajudar os jovens judeus a terem uma boa educação?”

E ele respondeu:
– “Bom, como educação é uma coisa muito importante para você, vou te fazer uma proposta. Eu te dou o dinheiro suficiente para construir uma escola inteira, com uma condição: os estudantes não poderão cobrir a cabeça em nenhum momento, nem quando estudarem a Torá ou quando rezarem a benção antes da refeição.”

O Rabino pensou alguns segundos e respondeu:
– “E se eu aceitar essa condição, você garante que a doação será suficiente para construir toda a escola, com equipamentos e tudo que for preciso para funcionar?”

O homem riu e disse:
– “Se for esse tipo de escola judaica, ficarei feliz em contribuir.”
– “Fechado” – falou o Rabino, estendendo a mão.

Um ano depois o homem foi convidado para a inauguração da escola. Na frente do belíssimo prédio havia uma placa:

“ESCOLA BNEI BRAK PARA MENINAS” (*)

 

(*) na corrente Ortodoxa, as meninas e mulheres judias não necessitam cobrir a cabeça antes do casamento.

Rabino Yosef Shlomo Kahaneman
(1886 – 1969)

 

2 thoughts on “Sabedoria Rabínica (1)

  • Paulo Edison de Macedo Pacheco

    Gosto muito do humor, da cultura, das tradições, costumes e do povo judeu. Quem me manda o link deste site é o Des. Telmo

    Responder
  • Sara Grupenmacher

    Rabino esperto este.Parabéns a ele.

    Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *