O Conselho do Rabino

Davi, com semblante muito preocupado, foi falar com o Rabino:
– “Rabi, estou com um problema terrível. O senhor precisa me ajudar!”

O Rabino fechou o livro que estava lendo e respondeu:
– “O que está acontecendo, Davi?”
– “Rabino, tenho sérias razões para acreditar que minha mulher quer me envenenar!”

O Rabino, muito assustado, franziu as sobrancelhas:
– “Mas que loucura é essa, Davi? De onde você tirou essa ideia?”

Davi explicou:
– “Já há algum tempo percebi que a comida está mudando de gosto. Também observei ela colocar umas gotas no meu suco. O que é que eu faço?”

O Rabino pensou um pouco e respondeu:
– “Olha, Davi, vou fazer o seguinte: amanhã mesmo dou um jeito de falar com ela para tirar minhas próprias conclusões. Volte aqui na Sinagoga na parte da tarde e vou te dar minha opinião.”

No dia seguinte Davi encontrou o Rabino no mesmo lugar e o religioso disse:
– “Davi, conversei com tua mulher. Na realidade falei com ela por telefone, durante três horas… Você quer saber o que penso?”

Davi respondeu, ansioso:
– “Lógico que quero, Rabi.”

E o Rabino, encerrando:
– “Tome o veneno, Davi.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *