O Resgate

Certa vez começou a chover forte na região do vale do Mississippi. O rio subiu e passou a ameaçar todas as casas, incluindo a do Rabino local.

Quando a água já estava entrando no térreo da residência, um barco da Defesa Civil chegou e um dos bombeiros gritou:
– “Rabi, viemos evacuar você! O nível da água está ficando perigoso”.

O Rabino respondeu:
“Não, obrigado, sou um homem justo, que confia no Todo-Poderoso, e estou confiante de que ele me livrará.”

Passaram-se três horas e as chuva aumentou, obrigando o Rabino a subir para o segundo andar da casa. Um segundo barco chegou e o policial falou:
– “Rabino, vamos levar você! A água não parou de subir e a previsão diz que a chuva continuará por alguns dias.”

E o Rabino disse:
– “Agradeço, mas não vou. Sei que o Senhor não permitirá que aconteça alguma coisa ruim comigo.”

A chuva não parou e o Rabino teve que subir para o telhado. Um helicóptero de resgate chegou e o socorrista, preso por uma corda, disse ao Rabino:
– “Vamos puxar você para cima! É a última oportunidade. Temos outras pessoas em risco e não sabemos quando poderemos voltar.”

Como das outras vezes, o Rabino recusou:
– “Não se preocupem comigo, atendam quem precisa de socorro. Toda minha vida tenho sido um homem temente a D-us e tenho certeza de que Ele não me esquecerá.”

Como tinha sido previsto, a inundação aumentou e o Rabino foi varrido do telhado, levado pela correnteza e morreu afogado.

Homem justo e de muita fé, o Rabino subiu ao céu, e assim que foi levado a presença do Altíssimo, questionou:

– “Eu não entendo! Eu fui uma pessoa observadora e justa durante toda a minha vida, e esperava que o Senhor fosse me salvar na minha necessidade!”

E o Todo Poderoso respondeu:
– “Idiota, mandei dois barcos e um helicóptero, o que mais você queria?”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *